Governo Federal Planeja a Criação de Cem Mil Telecentros até 2014

Brazilian National Broadband Plan O presidente Luis Inácio Lula da Silva assinou em 2010 o Plano Nacional de Banda Larga que inclui a criação de cem mil telecentros comunitários e públicos até 2014. A iniciativa está entre muitas ações de inclusão digital do governo brasileiro para garantir o acesso universal à Internet a uma população de aproximadamente 190 milhões de pessoas.

A Gemas da Terra iniciou um dos projetos pioneiros de inclusão digital no Brasil. O projeto piloto foi estabelecido em 2002 em 5 pequenas comunidades rurais em uma das áreas mais pobres do Brasil, o Vale do Jequitinhonha no nordeste do país. As 5 comunidades receberam acesso à Internet de banda larga via satélite. Os efeitos do impacto do acesso das comunidades ao ciberespaço foi publicado por pesquisadores acadêmicos associados ao projeto. O efeito mais prominente do projeto foi a graduação de vários membros das comunidades em cursos universitário online aprovados pelo Ministério da Educação.

Desde seu início, os fundadores da Gemas da Terra tem promovido a idéia de uma malha nacional de telecentros como sendo o caminho mais rápido para integração da sociedade brasileira no ciberespaço. Em 2002,  um artigo foi escrito por nós e divulgado no alto escalão do governo brasileiro. Este artigo introduzia o conceito de telecentro comunitário e usava o sistema eleitoral eletrônico como referência para identificar a ordem de magnitude de uma malha nacional de telecentros.  O artigo identificou 85,765 pontos de coleta de votos usados para garantir o direito de voto para toda a população, e sugeriu o custo de implementação para uma malha de telecentros de tamanho semelhante.

Mais tarde em 2007, quando os governos estavam desanimados com o movimento de telecentros, um  artigo mais longo foi escrito chamando os líderes do movimento para a criação de uma malha nacional de cem mil telecentros, justificada na análise dos impactos dos projetos pilotos em andamento, e indicando as ações requeridas por parte do governo federal para liderar os esforços de expansão da rede de telecentros existente para alcançar o numero de cem mil telecentros em 5 anos. Um resumo do artigo foi publicado na seção Opinião da revista A Rede que circula entre os protagonistas da inclusão digital no Brasil. Finalmente, em 2010, o governo federal assumiu a liderança oficial desta iniciativa quando o presidente Lula assinou o Plano Nacional de Banda Larga. A seção 4.2 do PNBL (page 112) descreve a criação de cem mil telecentros até 2014.

Esta história é um reconhecimento do esforço pioneiro dos fundadores da Gemas da Terra ao influenciar a agenda nacional de inclusão digital de forma tão contundente e clara.